Séries/TV

Crítica | Nosso Planeta

Em uma minissérie poética e belíssima, a Netflix lança o que pode ser uma verdadeira aula de geografia em Nosso Planeta.

A série reúne 8 episódios de documentários sobre o reino animal com imagens fascinantes, que de um modo geral, mostram como o meio ambiente e os animais tem se adaptado as mudanças climáticas do nosso ecossistema.

O trabalho da Netflix em capturar essas imagens é primorosa e cheia de surpresas, há elementos riquíssimos de fotografia. A minissérie ainda conta com a narração muito bem feita do experiente naturalista David Attenborough. Em português, os brasileiros também podem desfrutar da narração de Jorge Helal.

Além do fator educativo e fotográfico, Nosso Planeta é incrivelmente reflexivo, mantendo a “humildade” do projeto, já que as imagens são realmente deslumbrantes, mas não são o foco principal.

A minissérie tem o intuito de conscientizar o espectador e ainda reforça a atenção para se tornar um ajudante na causa do meio ambiente. Com a tamanha importância focada para as nossas florestas, animais e tudo que compõe esse sistema, o sentimento que fica é de ‘atitude já’.

Nosso Planeta se destaca por conceder imagens nunca vistas antes pelo ser humano, resultado de um trabalho ardiloso que levaram anos de muita paciência e profissionalismo, que deram muito certo. Inclusive, no último episódio eles mostram como fizeram para gravar as cenas espetaculares.

Este ambicioso e impressionante documentário transporta-nos através da extraordinária beleza natural da terra e analisa o verdadeiro impacto das alterações climáticas geradas pelo homem. Em alguns momentos, há cenas trágicas e cruéis, já que priorizam em mostrar de forma mais honesta possível, o que tem acontecido com a vida animal e florestal da terra.

Mesmo assim, Nosso Planeta é de longe um dos trabalhos mais bem elaborados da plataforma de streaming, que presenteou seus assinantes com imagens de tirar o fôlego, além de tentar educar de maneira muito eloquente e convincente.